segunda-feira, 30 de julho de 2007

Maravilhosa Graça.

Estou lendo esse livro, e uma das frases que mais me tocou até o momento, é um dos argumentos de C.S. Lewis à cerca do perdão (cap.5 pag. 58) que diz o seguinte: "Ser cristão significa perdoar o imperdoável, porque Deus perdoou o imperdoável em você".

Como gostaria de viver essas palavras, mas não consigo! Realmente, ser cristão não é nada fácil.

Como essas palavras me tocaram! Isso porque reconheço uma situação específica, de um relacionamento desfeito pela incompreensão e orgulho mútuos, entre eu e uma pessoa que fez parte de alguns momentos felizes da minha vida. Eu disse muitas coisas, algumas delas foram que nossa amizade baseava-se em interesses e que um dia nós iríamos rir dessa situação. Agora percebo o quanto essas palavras nos afastaram ainda mais, pois com elas enterrei a possibilidade inicial de pedir perdão e congelei tanto o meu como o seu coração.

O perdão está diretamente ligado a "Graça". E para liberar perdão devemos estar cheios da graça de Deus. Quando entendemos o que a graça significa e como podemos usá-la daí sim estaremos prontos a perdoar e ser perdoados.

"Graça significa que não há nada que possamos fazer
para que Deus nos ame mais"
"Graça significa que não há nada que possamos fazer
para que Deus nos ame menos"

Deus nos ama de graça, porque a sua graça nos basta! Nós não merecemos sua graça e mesmo assim não repartirmos tal graça com os outros. Como podemos ser tão hipócritas a ponto de declarar que amamos uns aos outros, que amamos os nossos ofensores, que os perdoamos?

Deus, não deixe que a sua ira venha sobre mim, perdoe-me, faça valer cada minuto da minha vida!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...