terça-feira, 24 de julho de 2007

Sem nada para fazer...

... mas isso não quer dizer que não há nada para ser feito.

O fato é que em alguns momentos nos deixamos levar pelas circunstâncias da vida e deixamos de fazer muitas coisas importantes.

Por exemplo, notei que preciso sair mais para me divertir, isto é, jantar com minha esposa, levá-la ao parque e aproveitar uma tarde de sol, assistir um filme de baixo de um edredon (pois o frio tá de matar), ou até mesmo, ligar para alguns amigos e combinar um boliche ou uma pizza (uhhh que fome!), ah!!! preciso de folga no trabalho também!

Por não ter o que fazer, passei horas vendo as fotos que tiramos nos últimos anos e percebi que estamos em débito, pois não estamos registrando nossas idas e vindas, mas darei um jeito nisso.

E por falar em fotos, algumas ficarão na lembrança por muito tempo como as da gravação do cd Tempo de Festa.
Nesses momentos eu percebo o quanto deixamos de lado as bênçãos de Deus. Espero, sempre que possível, poder participar de momentos como este, para ser edificado, renovado, advertido, convocado, confirmado, instruído, enfim, para sentir a presença de Deus.

Porém, uma coisa é certa: "Músicas não nos levará a presença de Deus e sim um coração quebrantado e humilde, o reconhecimento de nossa vida pecaminosa e do sacrifício do nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo, ao morrer na cruz por todos nós."Como ouvimos no estudo "É muito fácil dizer a Deus: Eu te amo! Difícil é provar através de atos e testemunhos esse amor!".


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...