segunda-feira, 27 de abril de 2009

Depois da guerra.

Essa guerra não trouxe mortes nem tristezas, não chegou a ninguém, não aconteceu nesse mundo. Ela foi travada dentro de mim.

Lutei com bravura, incansavelmente, tentei juntar-me a você e por mais que tentasse, sempre via-me sozinho, tendo que levantar e continuar a guerrear. Parecia em vão!

Nesta guerra as armas de fogo eram aquelas que saiam da boca. Como queria ter vencido, mas por mais que quisesse o silêncio acabou sendo o 'golpe de mestre', foi fatal.

Nesta guerra, eu lutava por acreditar que poderia mudar uma situação, certamente que passei por uma mutação ou transformação, até alguns dias atrás me parecia em vão, já que o meu foco era você, e por força queria fazê-lo pensar, enxergar, agir, queria sua companhia, mas tal força nos distanciou ainda mais.

Depois desta guerra comecei a recolher os pedaços que de mim estouraram e se espalharam.



Depois desta guerra senti, mesmo em meio a tão conflitante situação, uma paz. Essa paz só senti porque descobri que a guerra travada não tinha sentido, não era importante, não para você. Essa guerra era contra mim. Eu lutava comigo.

Descobri também que a amizade, essa que por tanto tempo defendia nesta guerra fria, me colocava em tão grande desespero. Não, realmente não queria acreditar que depois de tanto tempo eu não lhe servia mais. Não, não queria pensar que o dia da descoberta na guerra, seria também o dia da independência da fera, mas foi assim.

Os sentimentos que possuíram o meu corpo naquele momento de tão grande descoberta foram (e ainda são) inexplicáveis. Talvez algo parecido com uma tristeza tão profunda, que de tão triste se esgota e dá lugar a decepção e consequentemente à busca por felicidade.

Depois da guerra parei de lutar, não acreditava mais! Depois da guerra parei de querer e comecei a ceder. Depois da guerra encontrei pessoas queridas... quem dera tivesse encontrado antes, mas precisava encontrá-las agora... somente agora.

Sinceramente, durante a guerra foi importante o seu silêncio, o seu descaso, e até o maltrato, sabe porque? Porque DEPOIS da guerra encontrei amigos de verdade.

Não foi em vão.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...