terça-feira, 27 de outubro de 2009

Nada melhor do que Salmos 23!

Hoje foi um daqueles dias! Uma conversa de alguns minutos ao telefone tem o poder de nos derrubar, ainda mais quando essa conversa é com a própria mãe.

Enfim, diante do que foi dito, ou melhor, discutido, entre tantos altos e baixos, em um relacionamento de pouca demonstração de afeto, poucas palavras amorosas e críticas (construtivas?), notei que sou fruto do rancor e ódio, da intolerância e insegurança, da soberba e ojeriza, da melancolia dos dias...

Cansei de declarar que os dias estão ruins, que as pessoas são folgadas, que o mundo está em crise.

Sabe por quê?

Por que: O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome. Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem. Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice. Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver.

Um comentário:

Mano e Lívia - Os DelaSilva disse...

Discussões com pai e mãe, geralmente, são as que mais nos afetam, pois elas revigoram raízes de traumas ou más lembranças e até, feridas ainda por cicatrizar.
Deus te abençoe meu irmão, fica na Paz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...