sexta-feira, 27 de novembro de 2009

De 2012 para a realidade!

Em resposta ao e-mail do FAPE.

Pois é ... nas pequenas situações podemos enxergar a graça de Deus ...

Queria compartilhar algo com vcs.


Ontem, nós (os benhês) fomos assistir o filme 2012. De tirar o fôlego, com piadas fora de hora, mas mesmo assim foi de tirar o fôlego.


Ainda que tenhamos conhecimento de que nosso Senhor não permitirá que o mundo se acabe em dilúvio novamente, é aterrorizante pensar em algo parecido. Ver o chão abrir e engolir tudo o que encontra ao redor é demais ... glória a Deus pois seremos arrebatados ... posso ouvir um amém?! rsrs


Porém, algo me chamou a atenção ... logo que saímos do shopping (Boulevard Tatuapé), ao descer as escadas que dão acesso ao Metrô (quase na porta do Shopping ainda), meus olhos foram capturados por uma senhora. Esta senhora estava descalça, com uma blusa bege de lã bem sujinha e com a aparência de cansaço. Ela estava alí, em pé. Estava coçando seu braço (não era do tipo de coceirinha gostosa que temos). Estava com o olhar longe, como se esperasse de alguém uma ajuda, um auxílio.


Eu caminhava a passos largos, dei de ombros em pesamentos, mas enquanto caminhava, algo (O Espírito Santo, talvez?) me incomodava, então por diversas vezes olhei para trás. Caminhava alguns passos e voltava o olhar àquela senhora e segui em frente, mas até onde pude enxerga aquela velhinha eu olhei.


Galera, me senti um hipócrita, meus olhos marejaram (a benhê só reparou que eu estava olhando diversas vezes para trás, mas não percebeu meu mal estar).


Pensei na hora,
"Volto lá e ofereço uma ajuda, um prato de comida, uma água.", mas agi como um covarde, e enquanto caminhava pedi a Deus que mandasse alguém mais caridoso, menos preconceituoso...

... enquanto caminhava, pedi a Deus misericórdia e perdão, pois não Lhe dei de comer e beber,


... enquanto caminhava, vi que Deus está em tudo e temos que estar preparados.


Senhor ... estou sem palavras!

2 comentários:

L. H. Dessart disse...

Já me senti assim, é horrível...as vezes me pergunto, será que temos mesmo coragem de sair do lugar comum?

Tópico relevante, para pensarmos mesmo...abraço!

Wesllão F. S. Nogueira disse...

Nossa, vocÊ foi um hipócrita mesmo hein!







...Ta certo, todos nós somos. Quem nunca passou por isso??


É lastimável que demoremos tanto para aprender...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...