domingo, 15 de novembro de 2009

Experiências de infância.

Por Abner Arrais do blog O Filhor do Pastor
Título original: "A Sala das Crianças e minhas experiências Fim-de-Semana"

Quem aqui vai à Igreja desde pequeno? Quem aqui já frequentou as salas infanto-juvenis nas Igrejas? Muitos de nós somos evangélicos desde crianças. Alguns de nós nasceram em berços evangélicos, outros começaram a ir quando eram crianças. Era muito boa as aulas, aprendíamos sobre a vida de Jó, sobre a vida de Jesus, a queda do homem e muitas outras histórias da Bíblia que nos fazia pensar um pouco e nos davam uma lição. Muito gostoso esse tempo, mas crescemos. Uns tiveram um verdadeiro encontro com Cristo, outros se desviaram, alguns viraram pastores e outros continuam frequentando a Igreja apenas como “esquentadores de banco”.

A verdade é que quando crescemos esquecemos de muitas (se não foram todas) das aulas que tivemos quando crianças. Esquecemos de todas as lições que tivemos com a vida de Jesus, Samuel e todos os outros personagens bíblicos que ouvimos quando crianças. E isso é um erro trágico!

Existe um modo de pensar que muitas vezes temos e nem percebemos: O que eu aprendi nesse dia ou naquela época, serve apenas para aquela época. Isso é um grande erro! Pois tudo o que aprendemos naquele tempo, devemos continuar levando para nossa vida. A mesma coisa que tínhamos que fazer quando crianças, devemos fazer quando adultos. Quero deixar claro que quando digo que devemos fazer o mesmo que fazíamos quando criança, não são as brincadeiras, erros, etc, mas sempre que aprendíamos algo nas escolinhas da Igreja, queríamos aplicar as nossas vidas.

Há pouco tempo estava lendo o livro de Jó na minha leitura bíblica. E aprendi várias coisas que já era para eu ter aprendido a anos atrás. A verdade é que sempre soube a história de Jó, mas nunca quis aplicar a minha vida. “Tudo bem, devo adorar a Deus mesmo em meio aos problemas, mas isso não serve pra mim! Isso servia pra mim a alguns anos atrás quando eu não tinha entrado nas lutas da adolescência. Isso valia pra mim até um tempo atrás, quando eu ainda não podia sair sozinho, quando eu ainda não tinha bastante responsabilidade…” Essa é a forma de pensar que muitas vezes temos e nem percebemos.

O verdadeiro problema que afeta a vida do cristão, é que não sabemos aplicar aquilo que aprendemos as nossas vidas pessoais. Isso é outro erro gravíssimo que cometemos. Deixe-me explicar melhor como isso acontece: Vou a um evento tremendo e Deus fala várias coisas que tenho que mudar na minha vida. Eu me quebranto, eu choro, eu grito, eu me arrependo, eu faço tudo! Acaba o evento e eu saio da lugar com o coração ardendo por Deus. Saio querendo mudar o mundo, mas três semanas depois eu volto a minha vidinha normal. E aquele evento que naquele fim de semana tinha sido impactante na minha vida, fica assim: uma experiência de fim de semana. Nos últimos eventos e cultos que tenho participado, minha oração tem sido que Deus não deixe as minhas experiências com Ele serem experiências de fim de semana, mas que eu saiba aplicar na minha vida e coloque tudo em ação por toda a minha vida, e não apenas por um tempo.

Que você possa fazer essa oração também. Que todas as experiências que você teve, está tendo e terá, não sejam experiências de fim de semana, mas que você saiba aplicar no seu dia a dia. Que você relembre tudo aquilo que você aprendeu nas classes infantis da Igreja e volte a cumprir tudo aquilo que foi dito.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...