segunda-feira, 29 de março de 2010

De novo não!

Pai, podes me ouvir?

Sei que estás por perto, mas não estou conseguindo te ver.

Hum... Já sei...

Pai, graças dou porque em meio aos problemas nós podemos sentir o Seu poder e contemplar as maravilhas da Tua obra em nossas vidas. Não poderíamos dar crédito a outro deus, mesmo porque não há outro deus acima dos céus, na terra e no mais profundo dos mares, Tu és único, o Deus que nos protege e nos conforta.

Mas mesmo assim, notei que estamos distantes um do outro, notei que não converso mais Contigo como antes.

Pai, talvez seja porque os fantasmas estão de volta! Aqueles de outrora, lembra? Aqueles que um dia nos constrangeram, nos confrontaram, nos humilharam. Só que agora armam com outros, Senhor. Sei que esse deveria ser o momento de maior aproximação do Teu povo para Contigo, já que o mal ronda e os quer tragar (ainda que em pele de cordeiro), mas algo os impulsiona a deixá-Lo de lado e abraçar o lobo... o Lobo!

Senhor, como podemos lutar? E tem mais, sabendo que esse mal acontece na atmosfera cristã, como vencer de dentro para fora? Como não olhar para a carne no espiritual?

Pai, porque consigo enxergar assim? Tu bem sabes que preferiria não ter a percepção do pouco que é exercido em amor e do muito que manipula a mente, que engolfa os aflitos e oprimidos. Tu bem sabes que preferiria "ver" o que os outros vêem. Eu preferiria ver o amor exagerado e o choro copioso que comove tanta gente, preferiria ver o auxílio divino através das bençãos ofertadas e a dependência através das orações poderosas. Mas, Senhor Tu sabes que não "vejo" tais coisas como "são", enxergo-as de forma diferente. Não vejo nada, mas enxergo tudo!

Pai, para os que não conseguem "enxergar", peço que faça-os voar cada vez mais alto, longe desses lobos ferozes. Concede-os a perceção de que Tu és o Cristo, o centro das nossas vidas, a quem devemos honra e glória, a quem devemos tudo o que temos e o que somos.

Resta ainda pedir que me proteja, que nos proteja! Resta ainda pedir que não desista de nós.

Senhor, de novo não!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...