sexta-feira, 5 de março de 2010

Perdão.

Por Sirlene O. Campos

"Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete." Mateus 18: 21, 22

Há alguns dias venho refletindo sobre o perdão, sobre como o cristão deve agir. E descobri que preciso melhorar.


O texto acima é bastante conhecido, e ainda no capitulo
18 de Mateus nos versículos seguintes o Senhor nos dá a parábola do credor incompassivo. Comparando o reino dos céus a um rei que resolveu ajustar contas com seus servos. O rei ordenou que o servo fosse vendido com tudo o que possuía até que lhe pagasse a divida de dez mil talentos. O servo prostrou-se e rogou-lhe paciência. O seu senhor se compadeceu e mandou-o embora perdoando a divida. No entanto o servo não aprendeu a lição e foi cobrar de seu conservo que devia muito menos apenas cem denários. Seu conservo lhe implorava paciência, mas ele não quis e lançou-o na prisão.

Alguém tem ferido você?
Com certeza todos nós já passamos por isso, fomos feridos ou estamos feridos por alguém de nossa casa, da igreja, do trabalho, faculdade, etc. E te pergunto: Quanto você vai cobrar? Quanto vai exigir como pagamento pelo que te fizeram?

Nada. Essa deve ser nossa resposta. Mas nem sempre agimos assim. Muitas vezes agimos como o servo mau. Quantos de nós já dissemos ou ouvimos essas frases:


"Eu o perdoei, mas ele lá e eu aqui."

"Já o coloquei nas mãos de Deus, ele é justo."
"Eu o perdoei, mas para mim tanto faz falar ou não com ele."

Isso é indiferença e indiferença é pior do que o ódio. Outra coisa que observei, fazemos questão de contar o que nos fizeram mesmo depois de dizer que perdoamos. Quando fazemos isso estamos culpando-o novamente, estamos exigindo um pagamento, inconscientemente estamos querendo dizer:
Eu sou coitadinho, olha o que fizeram comigo, sou bonzinho eu o perdoei, ele é mau. Não exponha a vida dessa pessoa, seja ele cristão ou não.

O que você tem exigido de seus ofensores?
Se você realmente liberou perdão então se esqueça do fato, das calunias, das ofensas, dos maus tratos. Deus quando nos perdoa esquece-se do nosso pecado.

"Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós..."
Mateus 6: 14

Deus já nos perdoou. É difícil acreditar?
Temos dificuldade em perdoar, por isso não entendemos o amor de Deus. Devemos crer que Deus nos perdoa. Devemos perdoar se quisermos continuar a receber perdão.

A chave para perdoar os outros é deixar de focalizar o que eles lhe fizeram, e começar a concentrar-se no que Deus fez por você.


O que Deus fez por você nos últimos dias?


"Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades, que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia."
Salmos 103: 2-4

Tome a decisão certa e creia no agir de Deus na sua vida.

Um comentário:

Suzanna disse...

Venho sempre aki, gosto muito das postagens, que sempre nos dão alento esperança e conhecimento.
Bom Dia
Su
www.sorrisodemlher.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...