terça-feira, 4 de maio de 2010

Submissão ou Subserviência?

Dias desses me impressionou a expressão “Submeta-se a seus líderes”.

Então pensei: Você está perdido! Porém, estava tudo tão claro, tão evidente. Como eu não enxergava aquilo que estava ao alcance dos meus olhos? Como pude contentar-me com  meia verdade?

E a cada vez que ouvia tais palavras “Submetam-se a seus líderes”, pensava: O que querem dizer com isso? ...

Questionava-me até esse exacto momento, porém, Deus em sua bondade e misericórdia me mostrou um passo que antecede a esse da submissão aos líderes, pelo menos para esse caso em específico. Estava lá, foi o Pr. Isaías quem disse em reuniões com a própria liderança, e sobre o matrimonio, falou o seguinte:

“O desejo de Deus é que as esposas modernas retornem a um princípio bíblico imutável e abençoador, submeter-se ao marido.”

Ele usou como base o texto de Efésios 5:22-23 “Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador.”, deixando claro que tal submissão não é algo desrespeitoso ou tirano para as mulheres, mas é a porção que Deus deixou a elas e que tais devem entender que é um privilégio estar debaixo de uma liderança protectora e abençoadora, sendo isto benéfico para toda a família. Por isso, foi categórico ao dizer que nenhuma mulher deve sentir-se inferiorizada mediante tal situação, antes deve amar tal posição. Em contra partida o homem não deve impor arbitrariamente sua vontade no casamento, no entanto, amá-la como Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela. E é isso que faz do casamento uma instituição espiritual e espelho da relação Cristo x Igreja.*

Então percebi a meia verdade que tentaram enfiar-me goela abaixo, pois quando disseram “Submetam-se a seus líderes” esqueceram de olhar dentro dos próprios corações, esqueceram de olhar um para outro com a intenção de analisar se eram espelho da relação Cristo x Igreja e partiram com a ordem a seus liderados: “Submetam-se a seus líderes”.

Percebi também, em um dado momento, a questão da subserviência e de como ela tem se tornado evidente no nosso meio, pois é bem mais fácil praticar a subserviência do que a submissão, e o que é pior, essa troca de valores não traz constrangimento algum para as pessoas que a praticam.

Em uma segunda reunião, o Pr. Isaías relatou sobre a dificuldade em implantar qualquer trabalho na igreja se não houver submissão total a liderança. Ele usou o texto de Filipenses 2:12 que diz: “Assim, meus amados, como sempre vocês obedeceram, não apenas na minha presença, porém muito mais agora na minha ausência, ponham em acção a salvação de vocês com temor e tremor.”. Ele deixou claro que a submissão deve ser completa, ou seja, não por constrangimento, medo ou apenas na presença do líder, mas espontânea, com alegria e em amor. Afirmou também que, ninguém consegue implantar esse princípio bíblico se não houver transparência entre líder e liderado.*

Graças a Deus entendi que devemos sim ser submissos a liderança, mas devemos primeiramente começar de dentro da nossa própria casa, seguindo os princípios de uma família que deve ser o espelho da relação Cristo x Igreja.

Você está disposto? O seu cônjuge está disposto? Vossos corações estão dispostos?
Então, mãos à obra!

(*) Trechos extraídos da revista TBC News # 355 / Abril/2010

2 comentários:

Antonio Mano disse...

Boa reflexão. A comparação entre submissão e subserviência é bem pertinente aos dias atuais.

Fábio disse...

Olá gostaria de convidá-lo a conhecer meu trabalho através do blog Ecos do Teleco Teço (WWW.ECOSDOTELECOTECO.BLOGSPOT.COM) . Grande abraço e sucesso com sua proposta !! Axé

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...