sábado, 31 de dezembro de 2011

Último post - vários pensamentos.

2 comentários

Acto 1:
Estou próximo do fim.

Fim de muitas lutas, desafetos, inimizades, amizades também.

Estamos próximo do fim.

Fim das dificuldades, dos incômodos e do cômodo que nos mantêm inerte.

Fim é sempre bom, quando acabamos com algo que nos faz mal, mas o fim pode ser, e realmente é doloroso, quando algo que nos faz/traz bem precisar ter seu final.

Prefiro ficar com as lembranças dos momentos bons a ter que amargurar na tristeza da insistência de algo que não pulsa mais, pode até ser nossa amizade, porque não?

Prefiro mergulhar na esperança de que as pessoas e situações que antes me afligiam possam enfim, descansar em paz. Que morram e desapareçam do meu coração, pois a morte sempre é uma reflexão.

Acto 2:
Saber que algo de bom vai acontecer é no mínimo estranho e incoerente.

Quando esse descobrimento acontece, onde colocamos a fé e a esperança? Ou será que o descobrir faz parte dessa fé que prova o quanto é importante esperar?

Independente do que aconteça daqui para frente, quero esperar em Deus, ciente de que sempre o melhor Ele tem para mim.

Estou e sou grato a Deus por me mostrar que ando no caminho certo e se algo não sair do jeito que eu quero, aprendo que deve ser do jeito que Ele quer, para o meu próprio bem.

Obrigado Senhor, pelas conquistas (íntimo e pessoal), são tantas durante todo o ano de 2011, mas o melhor foi aproveitar do silêncio e esperar perseverando.

Acto 3:
Chegar à igreja e ver algumas pessoas reunidas me faz lembrar a época em que estive na CO.

Engraçado, pois o que sinto é um buraco, um vazio que não se pode preencher, não com ações ou algo que seja espiritual, então acabo preenchendo com pensamentos vagos e distantes.

É um misto de sentimentos... Frustração talvez ganhe dos demais, pois ao ver esse pessoal envolvido nos ministérios, percebo o quanto estou distante.

Essa distância tem um nome: MEDO!

Por muito tempo tive medo, confesso que ainda tenho, mas apesar de tudo cresço na graça e no amor daqu'Ele que é fiel e acima de tudo, justo.

Mas é essa justiça que faz com que o medo volte... Enfim, vai entender...

Acto 4:
Fragmentos de um dia reflexivo, cheios de altos e baixos, assim como sou.

É um misto de sentimentos, é um experimento de vida na minha própria vida, é um relaxar e descansar, é um vigiar e orar.

É um momento só meu, mas ao mesmo tempo tão seu, que divido contigo para que a reflexão possa se multiplicar em nossos corações.

É um momento tão seu e só seu que me atrevo a sentar-se e ficar em silêncio à observar.

Que possamos crescer em graça, viver no amor e alcançar o bem maior em Cristo Jesus.

Feliz 2012!
Rodrigo Melo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...